Traduzir blog

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

Bem-Vindo



Ao ler um artigo, dê um click em + 1 ou compartilhe na sua rede social!!!


terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

AMIZADE


O último artigo publicado Fases do Amor, com ocasião do dia de São Valentim, foi sobre o amor desde o ponto de vista natural do matrimônio e as fases que o englobam... Mas fui informado, por um leitor, que ademais de dia dos namorados em diversos países, era também dia da amizade em outros, e me sugeriu, e o agradeço imensamente, escrever algo sobre o tema.

E hoje, gostaria reflexionar contigo querido leitor do outro lado da tela sobre esse outro tipo de amor, tão humano e tão sublime, quando é verdadeiro e profundo: a amizade.

Já foram ditas inúmeras coisas sobre a amizade. Gostaria apenas de ressaltar alguns pontos. E tomarei como guia o versículos do texto de Eclesiástico 6:

7. Se adquirires um amigo, adquire-o na provação, não confies nele tão depressa.
10. há amigo que só o é para a mesa, e que deixará de o ser no dia da desgraça.
11. Se teu amigo for constante, ele te será como um igual, e agirá livremente com os de tua casa.
12. Se se rebaixa em tua presença e se retrai diante de ti, terás aí, na união dos corações, uma excelente amizade.
14. Um amigo fiel é uma poderosa proteção: quem o achou, descobriu um tesouro.
15. Nada é comparável a um amigo fiel, o ouro e a prata não merecem ser postos em paralelo com a sinceridade de sua fé.
16. Um amigo fiel é um remédio de vida e imortalidade; quem teme ao Senhor, achará esse amigo.
17. Quem teme ao Senhor terá também uma excelente amizade, pois seu amigo lhe será semelhante.
A luz desse texto se pode afirmar de maneira sintética, apoiado na realidade de nossas relações amistosas distintas verdades.
A questão da provação é muito importante, os amigos de verdade não nos abandonarão na aflição, e não serão como outros “amigos” somente para tempos de bonança. Porque é um amor, como deve ser todo amor legítimo e verdadeiro, desinteressado, gratuito...
O amigo se for constante agirá livremente com os de sua casa, pois será como um igual. Uma verdadeira amizade nos leva a ser assim: o outro se torna um autêntico membro da família, chega a ser como um irmão ou irmã de pais distintos. Quem sabe a constância se pode dizer da proximidade, dado que às vezes por razões de distância não se pode habitualmente conviver, mas continuam sendo como estrelas onde não as vemos sempre, mas sabemos de sua existência e ainda à distância elas brilham.
Diante do amigo não se necessitam máscaras, nem manter a posição, por isso é possível “rebaixar - se” nesse sentido, porque “vê” e “fala” ao coração, sendo cada um como é; aceitando – se como tal.
Ser amigos é distinto de ser conhecido, colega. Uma vez escutei de um conhecido que era amigo de todos, respondi que se era meu amigo assim melhor não fosse. Sendo amigo de todos não se é amigo de ninguém. Logicamente devemos buscar uma boa convivência com todos, “dar – se bem”, em casos difíceis ao menos conviver em paz e é claro viver a caridade.

Existem amigos, de caminhada, encontrados pelo seu trabalho profissional, pela comunidade que frequenta, pela escola, pela universidade. Também estão os amigos de toda a vida, aqueles que desde pequeno se conhecem e crescem sendo amigos. Depois estão aqueles que você encontra ocasionalmente, mas desde o primeiro momento há um “feeling”, um sentir comum, algo que une.

Amigo não está de acordo com tudo que você faz, e fará de tudo para que siga no caminho certo. Sabe alegrar-se quando você se alegra, e sorrir quando sorri, e respeitar quando o silêncio é sua melhor palavra e forma de expressar - se.

Em Deus tudo é levado à máxima potência. Com o coração posto em Deus ambos se amam mais, e se entregam, de uma maneira sincera e pura tendo o Amor divino, como exemplo, como fundamento, alicerce dessa amizade.

Viva a amizade e aos nossos amigos! A todos meus amigos: muito obrigado do fundo do meu coração por ser esse tesouro com nada comparável.
Eduardo Henrique da Costa

Deixo - os uma canção:

ETERNOS AMIGOS _ ANJOS DE RESGATE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário, pergunta ou sugestao:

Receba cada novo artigo no seu e-mail. Basta por seu e-mail, clicar em submit, logo as letras.